Por que não se pode elogiar gorda?

Por Juliana Rocha 

Fernando Botero

Fernando Botero

Outro dia minha tia de outra cidade veio em casa. Cumprimentamos-nos com um abraço e tudo o mais. Não nos víamos havia algum tempo e logo notei que ela não me fez elogio algum. É comum ela cumprimentar as pessoas e dizer que elas estão bonitas, ou qualquer outra delicadeza. Mesmo quando ela não acha isso. Bem, logo eu concluí por que ela não me elogiou. Ela não me elogiou porque eu estava mais gorda.

Mas, eu pensei que tudo bem, porque a falta de elogios não é a pior coisa que pode acontecer quando eu encontro uma das minhas tias. Uma outra tia, da última vez que me encontrou, na frente de todos disse: “Nossa, sua cara está tão bolachuda, que seus olhos estão puxados. Parece uma japonesa! Olha o bochechão”. Eu fiquei ali, dizendo que havia feito uma maquiagem que puxava meus olhos propositalmente. Saí com muita raiva e com os olhos marejados sem conseguir responder nada a altura. Família tem as manhas de fazer a gente voltar à adolescência.

Aí algumas semanas depois, vi que estava dando na TV um daqueles programas de moda que transformam o “estilo” da mulher. Roupa, maquiagem e muita cagação de regra. Eu sei que nem devia parar naquele canal. Mas parei. Eu não sei o nome do programa, mas nele a pessoa que indicou a amiga para “transformação” também ganhava uma pequena transformação, que consistia num corte de cabelo, maquiagem e uma roupa. Acontece que a amiga que indicou era gorda. A indicada, não.

A gorda, quando foi maquiada e vestida, não teve sequer um elogio. Sobre a magra, disseram que iam apenas potencializar as qualidades dela, apontando tais qualidades o tempo todo.

No final juntaram os profissionais: maquiador, cabeleireiro e estilista para mostrar toda transformação. Chamaram a menina gorda primeiro. Notei que eles estavam até mesmo constrangidos e não conseguiram elogiar nem mesmo o cabelo dela. Disseram, talvez, que ela era simpática. Mas eles só queriam que aquilo acabasse. Eu pude reconhecer na hora o que aqueles olhares significavam: desprezo.

Logo em seguida chamaram a menina magra e, nossa! Mudaram o semblante e vieram as avalanches de elogios.

Obviamente eles não estavam elogiando o trabalho deles. A roupa que escolheram o cabelo que arrumaram ou a maquiagem que fizeram. Fica claro aí que o elogio era para o corpo magro. Se fosse pelo trabalho, eles fizeram o mesmo na gorda e ela não mereceu nem um “tá lindo” por educação.

Dias depois veio em casa uma senhora amiga da minha mãe que eu não vejo há, sei lá, um ano. No cumprimento ela me abraçou e não tinha o que dizer por que não somos próximas, nem nada. Então, como alguém que se esforça a ponto de ficar vermelha, ela disse: Você sempre… Sempre… Sorridente!

Olha, nunca fui conhecida por ser sorridente. Pelo contrário. Falam geralmente que a minha cara é fechada! Por que pode mentir que eu sou sempre sorridente, mas mentir que eu sou bonita de jeito nenhum?

Eu quase sempre cumprimento mulheres falando o quanto elas estão bonitas. Muitas vezes é automático e não quer dizer nada, outras vezes é porque eu realmente acho todas elas bonitas ou ainda por que eu quero agradá-las. Na maioria das vezes é porque eu quero elogiar porque gosto de elogiar, porque quero que a pessoa se sinta bem. Mas eu percebi que um dos motivos deve ser porque eu não recebo esse tipo de elogio.

Porque não se pode elogiar gorda.

Não pode elogiar gorda porque a gente não tem o direito de existir gorda, não tem o privilegio de ficar bonita, e nem de se sentir bonita. Gorda só se elogia quando emagrece pelo menos alguns quilos. E pouco importa se ela emagreceu esses quilos enfiando o dedo na garganta e vomitando, tomando aquela fórmula milagrosa ou comendo salada. Elogia-se o emagrecimento, não a gorda.

Todos já elogiaram pessoas que não acham bonitas. Por que não elogiar a gorda?

Mesmo quem acha a gorda bonita se inibe e não elogia. Como pode ser gorda e bonita?

É porque a gorda tem que se esforçar, e se você elogiar ela vai continuar gorda?

Não pode elogiar gorda para não premiar o que você acha que é um mau comportamento. Do mesmo jeito que se adestra um cachorrinho.

Anúncios

8 Respostas para “Por que não se pode elogiar gorda?

  1. Bom dia!
    Juliana! Me identifiquei MUITO com seu texto!
    Quando você descreveu o programa, na hora identifiquei. É de um canal que também fazem transformações nas casas, né? Enfim, vi o final e achei um horror todo mundo em volta da magra e a “coitada” da gorda desprezada…
    Há um mês, escrevi um texto no facebook motivada por um quadrinho da desenhista Anna Bolenna, onde ela dizia que preferia tomar sorvete do que se importar com a opinião alheia.
    Se me permite gostaria de compartilhar meu texto e dizer que sou muito grata por suas palavras:
    “Segunda-feira é o dia de maneirar na comilança aqui em casa e eu, cansada dessa história, só penso em dizer que é foda se preocupar com a opinião alheia.
    Sério. Eu AINDA me preocupo com a opinião de algumas pessoas que fiscalizam o peso alheio.
    AINDA e o pior: eu nem quero achar essas pessoas babacas, mas eu só consigo pensar em transferi-las para a lista virtual do meu cérebro de “pessoas babacas que devo ignorar”, sendo que no fundo fico muito triste, pois se elas se esforçarem, conseguem ser mais que isso: fiscais de peso.
    Eu realmente fico triste em pensar que algumas pessoas não conseguem ser melhores que isso. Só para reforçar.
    Eu não fico deprimida por engordar. Eu amo comer, eu amo lembrar das coisas que comi na companhia de pessoas agradáveis, dos caldos que faço no inverno, das pizzarias boas, dos bolos, dos docinhos das festas, dos churrascos e dos restaurantes…
    Deprimente é a prisão gordofóbica.
    É como se eu estivesse à beira de um buraco o tempo todo. Estou lá, me “achando” com meus pneuzinhos “bem” adquiridos, daí que vem um BABACA, me empurra para o buraco, me dizendo que estou feia, insinuando que sou burra por optar comer o que gosto (e engorda) e me colocam até a dúvida que “talvez” eu fosse mais feliz quando era (um pouco) mais magra… e quando caio no buraco, na confusão, sou obrigada a refletir sobre isso tudo.
    Quer saber: eu tenho mais o que fazer. Gordofobia é uma obsessão do outro! E não minha!
    Eu vejo tanta gente [gorda ou não] ocupada com coisas muito mais interessantes do que com o fato de aparecem fisicamente atraentes e acho isso ótimo, mesmo.
    Tantas coisas acontecem, tantas batalhas são vencidas e parece que só perder peso é o que importa.
    Então, não me elogiem por ter emagrecido, me elogiem por outras coisas, por favor.
    Agora, se você não enxerga outra coisa senão o peso alheio e se estar mais magro é parâmetro de felicidade: vc é um babaca. Eu sinto muito.”

    Curtido por 1 pessoa

  2. “Gorda só se elogia quando emagrece pelo menos alguns quilos.”
    Minha mãe não é gorda, mas, quando emagreceu porque inventou de seguir à risca uma dieta, todo mundo a elogiava (“Como você está bonita! Emagreceu, né?”).
    Para mim, o real problema está na necessidade de comentar a aparência da mulher. Claro que todos gostamos de receber elogios, mas me incomoda profundamente o fato de que SEMPRE citam a aparência das mulheres.

    Curtir

    • Eu gostei muito do texto, mas também concordo com a sua perspectiva, Natalia.

      Embora todas e todos gostemos de receber elogios acerca de nossa beleza, parece que para nós, mulheres, este é o elogio mais importante do dia e deve necessariamente está acima dos elogios para com as nossas produções culturais, literárias, profissionais ou qualquer outra coisa. Somos criadas de modo a praticamente necessitarmos de reconhecimento acerca de nossa aparência, como se o nosso valor estivesse umbilicalmente vinculado à nossa beleza, ao passo que os homens são criados para receberem elogios acerca da aparência e de outros inúmeros atributos comuns ao ser humano.

      Acho que esta é mais uma das peripécias da nossa sociedade extremamente machista.

      Curtir

  3. Pode elogiar uma pessoa gorda, e as pessoas fazem isso dizendo que o rosto dele ou dela é bonito. Pra mim esse é o pior tipo de atitude, pior até do que não falar nada. Porque mesmo que o rosto que seja, de fato, bonito, a pessoa tá ressaltando que vc é bonita APESAR de gorda, ou que poderia até ser bonita se fosse magra, já que de rosto vc é bonita.
    Eu até gosto dos programas de transformação no sentido de dar empoderamento pras pessoas. Acho que qualquer iniciativa da moda em fazer com que as pessoas se sintam bem com elas mesmas é válida, mesmo que o criador do remédio seja o mesmo criador da doença (porque a indústria que está dando dicas de como “disfarçar” a barriguinha e se sentir mais segura é a indústria que disse que ter aquela barriga em primeiro lugar era errado), mas realmente se a gente notar no final desses “esquadrão da moda” ou “mude meu look” ou “dez anos mais jovem” da vida os elogios são mais sobre como a mulher está mais confiante do que necessariamente sobre como ela ficou mais bonita.
    Tá tudo errado no mundo, gente.

    Curtir

  4. Gostei muito do texto… mas as vezes prefiro que nem elogiem mesmo, pq às vezes o elogiam uma coisa pra ressaltar um outro defeito… do tipo “que ROSTO lindo”, quantas vezes já ouvi isso. Isso é pra deixar bem claro que eu nao linda, pq eu sou gorda! O que salva é o rosto..
    Dia desses estava tirando fotos com uma amiga e elas sempre dizem que eu sou “fotogenica”.. pq claro, nas fotos só de rosto nao mostra todo meu corpo gordo.. ai dessa vez apelei e falei “fotogenica porra nenhuma, EU SOU LINDA”
    Vamos nos empoderar e nao aceitar as amigas padraozinho de beleza e as tias chatas cagar regra no nosso corpo..

    beijos e obrigada pelo texto!

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s