A ousadia racista é, Tucana.

Por Stephanie Ribeiro

Imagem retirada da página maisaecio.com.br

maisaecio.com.br

Fico realmente impressionada com o PSDB, no sentido mais negativo possível, o partido é realmente a representação do Patriarcado e isso é mais  reforçado com suas coligações. Porém nessas eleições eu  estou intrigada como conseguem ser tão racistas, muita coisa me incomoda a ponto de me levar a fazer uma lista, vamos aos fatos:

Negros candidatos.

Raros, são bem raros. A proposito, o partido tem como maioria homens cis, héteros, classe média alta e brancos. Já vi inúmeros folhetos e não vejo negros nesse partido, como raramente vejo mulheres. Só isso já demostra a falta de representatividade, mantida ao longo dos anos, e por incrível que pareça não é difícil achar negros no Brasil, um país onde a maioria da população é negra. Contudo eles são capazes de ir mais além…

Tucanafro.

Com a ideia de “quebrar” a desigualdade, criaram um núcleo negro no partido, é risível pelo motivo acima, mas eles conseguem piorar a situação colocando uma mulher branca como presidenta da organização. Nós militantes negros prezamos pela representatividade, não que brancos não possam se aliar na luta contra o racismo, afinal devem. Mas não como protagonistas dos espaços que deveriam ser nossos, como o nome sugere, o afro fica aonde?  Realmente tento entender, pois em algumas fotos que vi dessa organização havia alguns negros, mas a líder continua sendo branca, eu não compreendo por que as pessoas negras não lideraram sua luta dentro de um partido político, que diz em sua campanha que vai governar para o povo. Isso tem um cheiro de colonialismo tão grande, que realmente faz sentido a frase que circula no Facebook, “Não da pra discutir com quem não aceitou a lei Áurea”. E me parece que o discurso que pauta esse absurdo é a famigerada fala: “somos todos iguais”.

Somos todos iguais?

Então, não, não somos por isso o discurso pautado na meritocracia do candidato a presidência pelo PSDB, senhor Aécio, é mais uma falácia que soa racista. Meritocracia só funcionaria se fossemos todos agraciados com nosso direitos, e não somos. Se as chances fossem as mesmas pro menino negro e pobre que nasce na favela e para o menino branco que nasce numa família com recursos financeiros, falaríamos de mérito. São inúmeras as diferenças, cicatrizes de anos de escravidão no país, que criam o cenário de: negros ganhando menos, negros em pequena quantidade nas universidades, negras sendo maioria em serviços domésticos, e negros sendo maioria nas prisões, etc. Esse último argumento me remete a outro fator racista no discurso do candidato.

A diminuição da maioridade penal e privatização do sistema presidiário. 

Diminuir representa mais jovens negros nas prisões pagando por crimes como ter material de limpeza na mochila, negros são presos por qualquer motivo. Se um dos meus tiver uma quantidade de maconha para o próprio consumo, pode ser preso, porém vemos brancos que contribuem para o tráfico de quilos de cocaína gozando da liberdade. Devido a essas injustiças, que nossas prisões são verdadeiros navios negreiros, e o cálculo é simples:

Diminuição da maioridade Penal + Não Descriminalização das Drogas + Privatização do Sistema Carcerário = Intensificação do Racismo Institucional.

É o cúmulo da crueldade e da tentativa de extermínio negro, principalmente para com jovens.

Falando nos  jovens negros.

Eu queria lembrar pro PSDB que existimos, que o funk é uma manifestação negra, e geralmente os cantores dessa vertente musical são… NEGROS. O que eu questiono é como o partido consegue fazer um videoclipe para a campanha ambientado numa favela onde só têm brancos, dos cantores aos dançarinos. Chega a ser tão irônico, que eu não acreditei na sua veracidade, tiraram o negro do morro e pintaram ele de branco, os mesmos que querem manter os negros ali, já que são contra por exemplo, cotas.

Enfim, não esperava do PSDB consciência negra, mas me desculpem o termo “a cara de pau” racista vem ganhando proporções cada vez mais ousadas. Acho que eles já podem disputar o premio dos cretinos do ano.

Anúncios

6 Respostas para “A ousadia racista é, Tucana.

  1. Sou negro, toco oboé na Filarmônica Jovem de MG, e acho que falar do funk sem conhecer é o cúmulo. Você não é funkeira então não viaja na maionese. Fiquei aí com seus preconceitos feministas toscos.

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s